Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sexta-feira, 19 de julho de 2024 - 08h07min   <<


chamadas

Matéria 9530, publicada em 15/04/2010.


:Elis Regina

Ação da plateia deu a partida para a criação de um poema

Público prestigia oficina de poesia

Elis Regina



A oficina de poesia realizada no setor de pesquisa da Biblioteca Pública Rolf Colin foi uma das atividades que marcou a tarde de 14 de abril, oitavo dia da Feira do Livro de Joinville. O evento teve início às 15 horas e previa a apresentação do professor de Língua Portuguesa e Inglesa Alencar Schuroff – que não pôde comparecer e foi substituído pelos poetas joinvilenses Marinaldo de Silva e Silva e Rita de Cássia Alves. A presença de um grande público composto de amigos, professores, alunos de escolas municipais e particulares foi motivo de comoção e agradecimento.

Durante a oficina, os poetas revelaram à plateia a sua vivência poética. “A poesia vem da nossa sensibilidade, minha experiência está nos gestos, no olhar e na maneira de se exprimir”, disse Marinaldo. Orientadora educacional, professora e responsável pelo setor de literatura da biblioteca, Rita de Cássia lembrou que seu gosto pelos livros e pela literatura veio do incentivo de seus pais, que lhe davam todos os anos algum livro de presente. “A palavra tem muito poder, ela atrai e não trai”, afirmou.

Com o intuito de aproximar livro, escritor e público, Marinaldo e Rita propuseram uma atividade ao público: os participantes deveriam se dividir em grupos, escolher um dos livros que estavam dispostos no chão e, após a leitura de um poema, falar uma palavra que definisse aquilo que sentiu lendo. Cada palavra dita foi sendo anotada em um papel sobre um cavalete e, ao final, para surpresa de todos, Marinaldo fez um pequeno poema utilizando as expressões.

Ao final da apresentação, o público empolgado foi presenteado com o sorteio de livros de poemas de Rita e Marinaldo. Professora de Gramática do Colégio Elias Moreira, Maria da Graça Tomelin Silveira disse que sua participação na oficina foi estimulada pela escola e que a iniciativa do projeto é muito interessante. “Gostei muito de toda a discussão e, principalmente, da dinâmica. Acredito que o grupo que veio pôde tirar bom proveito”, avaliou.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.