Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Segunda-feira, 18 de novembro de 2019 - 06h11min   <<


chamadas

Matéria 6381, publicada em 10/06/2008.


:Carolina Wanzuita

Palmas ecoavam na Câmara após a leitura da carta contra aumento

Vereadores ignoram protesto de estudantes

Ariane Pereira, Carolina Wanzuita e Gustavo Cidral


Estudantes das faculdades Ielusc, Univille e Udesc protestaram contra o aumento de 36,28% no salário dos vereadores nesta terça-feira (10 de junho), às 18h30, em sessão na Câmara de Vereadores de Joinville. Com faixas e narizes de palhaço, os acadêmicos uniram vozes e gritavam "O povo não tem vez, 36 só pra vocês" enquanto outros assuntos eram tratados na sessão.

A carta com pedido de anulação foi lida por Felipe Rodrigues, estudante do curso de História da Univille, a pedido do vereador Adilson Mariano. A sessão teve que ser interrompida pelo presidente Fábio Dalonso, sob a alegação de "muito barulho" devido ao manifesto. Após a leitura da carta, os vereadores se retiraram rapidamente do local e nada comentaram sobre o fato. Os estudantes continuaram o protesto pelos corredores da Câmara, chamando Dalonso para se manifestar. Entretanto, ninguém apareceu.

Os alunos do Ielusc, reunidos em torno do Diretório Acadêmico Cruz e Souza (do curso de Comunicação Social) entregaram um manifesto nos gabinetes. Clique aqui para ler o texto assinado pelo Dacs.

Os acadêmicos das três instituições se reunirão amanhã, ao meio-dia, em frente à Prefeitura Municipal, a fim de entregar ao prefeito Marco Tebaldi uma carta solicitando o veto do Executivo ao projeto de lei que passa o salário de um vereador para R$ 8,7 mil.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.