Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Segunda-feira, 15 de julho de 2024 - 06h07min   <<


chamadas

Matéria 1985, publicada em 06/04/2006.


:Bruna Nicolao

Biólogo em palestra no Colégio Objetivo

São mais de 500 páginas de conhecimento

Bruna Nicolao e Pollyanna Niehues


No segundo dia do V Congresso Ibero-Americano de Educação Ambiental (6 de abril), 26 palestras estavam previstas para ser apresentadas nas salas de três colégios de Joinville. A E.M. Germano Timm, o Colégio Bom Jesus/Ielusc, e o Colégio Objetivo. Neste último, John Emilio Tatton, presidente da Associação Guardiã da Água, falou sobre o jornal eletrônico que desenvolveu com a intenção de defender a água e o meio ambiente.

John é biólogo sanitarista e educador ambiental, e atualmente trabalha na Sabesp de São Paulo. Preocupado com a sustentabilidade do planeta, explicou sobre o ciclo da água e a atual situação do Brasil. Se 97,5% da água do mundo é salgada, o que sobra para matar a sede do planeta é muito pouco. O estado de São Paulo passa por sérias dificuldades de distribuição de água — o deserto do Saara, na África, tem cinco vezes mais água do que os paulistas.

No site www.agua.bio.br estão disponíveis informações sobre a água em inúmeros aspectos. São mais de quinhentas páginas, que lembram como é importante preservar a água do mundo. Para John, o que falta no Brasil é boa vontade, porque dinheiro não falta. Mas ele salienta que “a cada minuto uma espécie desaparece para sempre no planeta”.

Multimídia

>O biólogo John Emílio explica como funciona o jornal eletrônico da água. Artigos e notícias são enviadas de todo o mundo. John atualiza o site com mais de 60 textos por semana.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.