Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Segunda-feira, 15 de julho de 2024 - 04h07min   <<


chamadas

Matéria 1979, publicada em 05/04/2006.


:Bruna Nicolao

Congressistas fazem credenciamento no Cau Hansen

Primeiro dia dá ênfase a projetos alternativos

Bruna Nicolao e Pollyanna Niehues


Desde a Eco 92, não foi promovido nenhum evento tão abrangente como o V Congresso Ibero-Americano de Educação Ambiental, que abriu as portas quarta-feira (5 de abril), no Centreventos Cau Hansen, em Joinville. A conscientização sobre a preservação ecológica e a vontade de buscar soluções para o futuro do planeta está reunindo pessoas dos países da América Latina e da Península Ibérica (Portugal e Espanha) para lutar desde já pelo meio ambiente.

Foi integrado ao congresso um debate sobre mídia e educação ambiental. Com o título “Caminhos da Educomunicação”, quatro jornalistas apresentaram seus projetos, que unem a educação e a comunicação como processo de aprendizado em prol da cidadania. Ismar Soares de Oliveira, Gracia Lopes Lima, Mara Régia e Francisco de Assis falaram sobre a importância de aproximar os dois universos — comunicação e educação — num mundo só, pois caminham juntos.

A “educomunicação” acredita mais nos processos do que nos produtos. É uma nova forma de educar. Segundo a jornalista Gracia Lima, os maiores problemas da formação da população estão ligados à educação e comunicação. “A comunicação não pode estar na mão de alguns, precisamos ouvir, até mesmo porque sabemos que quando muda o ponto, muda a vista”, explica. Todos eles se preocupam com o poder que os comunicadores e educadores têm, e lutam para que o quadro atual dos dois campos possa ser revertido, formando uma sociedade menos consumista e centralizada e mais democrática e integrada.

Multimídia

>O professor da USP, Ismar de Oliveira fala sobre a relação Eco 92 e o V Congresso Ibero-Americano.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.