Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sexta-feira, 19 de julho de 2024 - 09h07min   <<


chamadas

Matéria 9663, publicada em 19/05/2010.


:Divulgação

Público inscrito na 4° edição já supera o dos anos anteriores

Joinville sedia seminário sobre gestão prisional

Eduardo Schmitz



Começa nesta quarta-feira (19 de maio), no auditório do Hotel Mercure Prinz, o 4º Seminário de Gestão Prisional, Segurança Pública e Cidadania, promovido pelo Centro de Direitos Humanos Maria da Graça Bráz e pelo Conselho Carcerário de Joinville. O evento discute alternativas para solucionar alguns dos maiores problemas da área de segurança pública e tem como ponto central o debate da relação dos investimentos do estado com os resultados obtidos pelo modelo atual de gestão prisional.

O seminário terá palestras e minicursos oferecidos aos participantes. Nas mesas de debates estão confirmadas as presenças de profissionais de referência no país, como o defensor público Marcos Rondon da Silva, vencedor do 4° Prêmio Innovare por seu estudo sobre o encarceramento no Brasil. O debate de encerramento do seminário é um dos mais esperados da programação: nele, os palestrantes apresentarão propostas e experiências alternativas na busca do desencarceramento, bandeira que vem sendo levantada pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP). Confira a programação.

O evento terá participantes de diversas regiões do país e, diferentemente do que vinha acontecendo nas edições anteriores, também terá representantes de entidades de estados distantes de Santa Catarina – na lista de inscritos constam nomes do Pará, Amazonas e Rondônia, entre outros. Para o presidente do Conselho Carcerário de Joinville, Nasser Haidar, a participação de profissionais e pesquisadores vindos de tão longe se deve à consolidação do seminário. Outro setor com boa representação é o acadêmico: cerca de um terço do público é composto por estudantes, principalmente dos cursos de Direito, Psicologia e Assistência Social.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.