Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sábado, 04 de dezembro de 2021 - 04h12min   <<


chamadas

Matéria 8512, publicada em 05/06/2009.


:Raul da Luz

Mobília das salas ainda depende de apoio financeiro

Deutsche Schule contemplada com verba municipal

Bruno Isidoro



Nada de telhado, portas ou janelas: o projeto apresentado pelo Bom Jesus/Ielusc e aprovado no edital de apoio à cultura de 2009 da Fundação Cultural de Joinville (FCJ) visa à preparação do prédio para a instalação dos condicionadores de ar e do sistema de sonorização no futuro Centro Cultural Deutsche Schule. É previsto um aporte de R$ 14.640,20 vindos do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura. Segundo Ana Paula Vieira de Vargas, assessora técnica de projetos da instituição, a preocupação agora é buscar financiamento para a aquisição de, entre outras coisas, mobília e sistemas de iluminação e de ventilação. Os recursos de R$ 840 mil já assegurados por lei federal se destinam apenas à restauração externa da antiga Escola Alemã.

Ana explica que os projetos de criação do centro cultural prevêem a transformação do auditório da Deutsche Schule em uma sala de cinema. Por tratar-se de patrimônio cultural, toda a fiação elétrica e o isolamento de áudio do prédio, por exemplo, devem ser instalados antes da colocação do forro para não danificar a estrutura.

Todo o projeto mobiliário já está pronto, embora ainda não haja fontes de financiamento. Ele propõe o aparelhamento do acervo com arquivos deslizantes providos de estantes fechadas, ventiladas e desumidificadas, evitando a poeira e o desgaste dos documentos pelo ar. A ideia agora, diz a assessora, é buscar em pequenos projetos de incentivo financeiro o dinheiro necessário para conclusão dos trabalhos internos. O resultado da proposta encaminhada ao Mecenato da Fundação Cultural de Joinville ainda não saiu, mas poderá contemplar a instituição com a autorização para arrecadação de verba.

A proposta de restauração da antiga Escola Alemã surgiu há oito anos. Em 2005 foi elaborado um projeto arquitetônico que, no ano seguinte, foi aprovado na Lei Rouanet do Ministério da Cultura. Desde 2007, Ana participa na administração da restauração. O Bom Jesus/Ielusc tem prazo até o final de junho para arrecadar os recursos do projeto aprovado na lei federal mas, segundo a assessora, a data pode ser prorrogada por mais um ano. Através de lei estadual, o Bom Jesus/Ielusc conseguiu R$ 300 mil – que ainda não chegaram.

A decisão que contemplou o projeto do Centro Cultural Deutsche Schule só foi publicada no site da FCJ, embora ainda não se tenha uma expectativa da vinda da verba do governo municipal. Espera-se um comunicado oficial até o dia 30 de junho e a liberação da verba somente para depois da assinatura de todos os contratos.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.