Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Terça-feira, 30 de novembro de 2021 - 08h11min   <<


chamadas

Matéria 9723, publicada em 25/05/2010.


:Documentário Criança, a alma do negócio

Trabalhos devem relacionar crianças, consumo e mídia

Programa fornece bolsas de estudo para monografias



A Agência de Notícias dos Direitos da Infância (Andi) está oferecendo bolsas de estudos para estudantes em fase de confecção do trabalho de conclusão de curso (TCC). Ao todo, serão escolhidos sete projetos de monografia que abordem a relação entre criança, consumo e mídia e cada selecionado receberá um auxílio de R$ 350 mensais durante seis meses. A iniciativa de financiamento à pesquisa acontece desde 2007 por meio do Programa InFormação e do Instituto Alana, através do projeto Criança e Consumo. O prazo para inscrição vai até 20 de julho, no site do Programa InFormação.

Estudantes de qualquer curso superior do Brasil podem concorrer às bolsas. Para serem escolhidos, os projetos candidatos precisam se adequar a três categorias de abordagem temática: a primeira, geral, é “Criança, Consumo e Mídia”; as outras duas, especiais, são "A relação entre a publicidade e a expansão do consumo das classes C e D no Brasil" e "Desafios para a autorregulamentação da publicidade". Serão contemplados três trabalhos concorrentes no tema geral e dois trabalhos em cada um dos temas especiais.

O Programa InFormação exige que as monografias resultantes dos projetos contemplados sejam defendidas até o dia 31 de janeiro de 2011. Os projetos precisam ser orientados por um professor que, junto com o estudante concorrente, deve fazer pré-inscrição via internet antes da inscrição definitiva até o dia 20 de julho. Após essa etapa, o estudante precisa enviar a documentação restante através do correio até o dia 25 de julho, a contar da data de postagem. O prazo para a divulgação dos projetos selecionados é 16 de agosto. Todos os detalhes da inscrição, pré-inscrição, formatação do projeto e documentação necessária estão formalizados no edital do programa.

Em contrapartida às bolsas, os estudantes e seus orientadores devem enviar relatórios mensais informando sobre o andamento do projeto e se comprometem em fornecer, após a defesa da monografia, um artigo sintético sobre a pesquisa, com cerca de 34 mil caracteres. O texto precisa ser inédito e deve estar baseado na monografia defendida para permitir uma divulgação mais ampla das principais conclusões do trabalho. Os autores das monografias e artigos devem conceder os direitos patrimoniais de seus textos para publicações impressas ou virtuais feitas pela Andi e pelo Instituto Alana.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.