Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sábado, 22 de junho de 2024 - 02h06min   <<


chamadas

Matéria 9644, publicada em 07/05/2010.


:Carolina da Veiga

Cantor fala da carreira e dos shows

Jorge Vercillo faz turnê em Santa Catarina

Elis Regina



Ao ritmo da música cativante “A saudade bateu, foi que nem maré”, o cantor e compositor Jorge Vercillo se consagrou como a nova promessa da música popular brasileira. Agora, com o novo álbum chamado DNA, lançado em parceria com a gravadora Sony Music, o cantor faz a divulgação de seu disco com turnê em Santa Catarina. Na tarde de 7 de maio, Jorge esteve presente na Rádio Udesc de Joinville e deu uma entrevista à Revi, falando de seu álbum, sua carreira e seus shows.

O músico começou sua trajetória artística cedo e aos 15 anos já tocava nos bares cariocas, mas foi em 1993 que conseguiu gravar seu primeiro CD intitulado Encontro das águas. A partir desse momento, começava a trilhar um caminho promissor representando a MPB. Suas músicas se tornaram trilha sonora de novelas globais, além de serem muito bem tocadas nas emissoras de rádio do Brasil. Todo esse sucesso lhe rendeu bons frutos: em 2006 e 2007, Jorge (foto, abaixo) recebeu o Prêmio Tim de música brasileira, na categoria voto popular.


Dono de uma voz suave e uma forte presença de palco, o trabalho do compositor encanta muitos, independentemente da idade. “Acredito que os ritmos diferentes das músicas criam essa pluralidade de público, que vai desde crianças até senhores”, afirma.

Em 2010, o lançamento do álbum tem um diferencial a mais. O disco que começou a ser feito em novembro do ano passado foi gravado na casa do compositor e tem um perfil completamente pessoal. Esta foi a primeira experiência do músico, que apontou dois aspectos: “O bom de se gravar um disco em casa é o fato de ter comodidade e o lado que dificultou pra mim foi que tenho dois filhos. Eles me viam em casa e me chamavam para brincar com eles, ficava dividido, mas tive que conciliar diversão com trabalho”, relata.

Para a concepção do nome do disco, DNA, Jorge se baseou no projeto Portal 11:11, que envolve pesquisas na ativação do DNA humano, abordando as camadas interdimensionais, vista por especialistas como a quarta dimensão, que chamamos de intuição, responsável por despertar sentimentos inerentes a todo ser humano. “Achei a teoria interessante, afinal também sou um poeta”, diz.

Em turnê por Santa Catarina, o compositor fará shows em quatro cidades: no dia 19 de maio, toca em Jaraguá do Sul e, no dia seguinte, em Joinville. Florianópolis recebe o cantor no dia 21 e a turnê se encerra em Itajaí, no dia 22 de maio. Mais informações sobre o cantor e sobre os shows podem ser obtidas no site de Jorge Vercillo.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.