Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sábado, 04 de dezembro de 2021 - 04h12min   <<


chamadas

Matéria 9193, publicada em 23/11/2009.


:Monique Bachtold

No debate, os dois grupos apresentaram as propostas aos eleitores

Duas chapas disputam a diretoria do Dacs



Duas chapas concorrem hoje (23 de novembro), no Bom Jesus/Ielusc, às eleições para o mandato de 2010 do Diretório Acadêmico Cruz e Sousa (Dacs). Os alunos vão à urna para decidir entre os candidatos das chapas Dacs é pra lutar e Práxis. A votação ocorre das 18h30 às 22 horas, em frente ao bloco C. Há dois anos não havia disputa ao diretório da Comunicação Social: em 2007, ano do último confronto no voto, foi vencedora a chapa Do Meio. A expectativa da comissão eleitoral é de que o resultado saia ainda hoje, porém a data da posse da nova diretoria ainda não foi determinada.

São esperados cerca de 300 votos dos eleitores dos dois cursos de Comunicação Social (171 de Jornalismo e 180 de Publicidade e Propaganda). Tão logo se encerre a votação inicia a apuração dos votos, feita pelo diretor da comissão eleitoral Eduardo de Souza Rodrigues, supervisionado por um representante de cada chapa e um dos coordenadores dos cursos de Comunicação Social, os professores Sílvio Melatti ou Sônia Regina de Oliveira Santos.

A chapa Dacs é pra lutar conta com sete integrantes – seis são alunos de Jornalismo, um é da Publicidade e Propaganda. Entre as propostas da chapa estão o incentivo à participação dos estudantes nos eventos acadêmicos, a realização de palestras e eventos culturais e esportivos. Além disso, a Dacs é pra lutar acredita que o diretório deve ser dividido em funções, para uma melhor organização. Eduardo Schmitz, Regiane dos Santos, Francine Hellmann, Lorena Trindade, Tiago dos Santos, João Diego Leite e Mariana Zschoerper compõem a chapa. Antes do debate realizado no anfiteatro, na noite da última quinta-feira (19 de novembro), o grupo passou nas salas de aula apresentando suas propostas. Buscando independência financeira, os candidatos pretendem contar com a contribuição dos alunos para pagar as futuras despesas – caso sejam eleitos.

A chapa Práxis, composta por dez estudantes de Jornalismo, defende um diretório apartidário e horizontal, ou seja, sem cargos e hierarquia definidos. O grupo é formado por Alexandre Perger, Bárbara de Jesus, Clayton Felipe de Oliveira, Emanuelle Carvalho, Guilherme Duarte, Jéssica Michels, Marcus Vinícius Carvalheiro, Matheus Mello, Pricila Pellegrini e Vitor Forcellini. A chapa apoia o ensino público, entretanto respeita quem estuda em instituições particulares. Com isso, se propõe a lutar por mais bolsas de estudo no Ielusc e, também, contar com o apoio da instituição para a realização de atividades sociais, culturais e esportivas, caso sejam eleitos.

Durante o único debate público para essas eleições as chapas apresentaram suas propostas, debateram entre si e responderam as perguntas dos alunos presentes no anfiteatro. A discussão fundamentou-se em três temas: a integração entre o curso de Jornalismo e Publicidade e Propaganda, a comunicação entre o diretório e os alunos e a hierarquia nas chapas.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.