Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Terça-feira, 30 de novembro de 2021 - 07h11min   <<


chamadas

Matéria 8044, publicada em 25/03/2009.


Pesquisa sobre retratos estuda Nancy

Carolinne Sagaz


Com o objetivo de analisar a imagem na atualidade, a monografia “Retratos e auto-retratos: um passeio pelas ideias de Jean-Luc Nancy”, de Rafael Miguel Alonso Júnior, foi avaliada com nota 9. O professor da UFSC André Piazzera, que integrava a banca avaliadora juntamente com Jacques Mick, viu o tema como um dos principais fatores de relevância da pesquisa, pois “vivemos numa sociedade de imagens”. Além disso, o arguidor ressaltou a acertada escolha do formando de Jornalismo ao optar por Jean-Luc Nancy como principal autor estudado, já que o filósofo é contemporâneo. A defesa do trabalho, orientado por Nara Marques, aconteceu na tarde de terça-feira (24).

Segundo Nara, o objetivo inicial da monografia era entender por que os auto-retratos se tornaram tão comuns. Ao longo da pesquisa, porém, Rafael descobriu que não poderia chegar a uma conclusão objetiva. “Ele percebeu que só tinha como levantar mais hipóteses”, comentou a orientadora. Por isso, o foco da monografia passou a ser a produção de um histórico da imagem. Movido por uma “curiosidade transformadora”, Rafael se aventurou na análise de retratos e auto-retratos desde a antiguidade até os dias atuais, ligando o objeto a conceitos de representação, semelhança e intimidade. O monografando estudou também o valor de culto e exposição, além do livro “O retrato de Dorian Gray”, de Oscar Wilde, onde o personagem vê seu retrato envelhecer, enquanto continua com a mesma idade.

Para Jacques, apesar de desprezar algumas possibilidades de análise, Rafael consegue fazer o leitor desviar o olhar e encontrar uma nova visão para as obras estudadas. Ele considerou a monografia “um colírio intelectual”. O próprio acadêmico contou que modificou a forma com que enxerga os objetos da pesquisa. André elogiou a apresentação, por acreditar que o monografando expôs as dúvidas e pretensões do trabalho, além de se revelar alguém que ainda está em busca de aprofundamentos.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.