Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sábado, 04 de dezembro de 2021 - 06h12min   <<


chamadas

Matéria 8041, publicada em 25/03/2009.


:Divulgação Livrarias Curitiba

Fernando Morais exibe o livro O Mago

Fernando Morais lança O Mago, biografia de Paulo Coelho

Marcus Vinícius Carvalheiro*


Nesta quinta-feira (26 de março), às 19h horas, o escritor Fernando Morais lança o livro O Mago, biografia de Paulo Coelho. O evento é uma iniciativa da Happy Art, uma parceria entre o Shopping Müeler e as Livrarias Curitiba.

O lançamento é gratuito e ocorrerá inicialmente na praça de eventos, localizada no térreo do shopping. A partir das 18h30 alguns slides serão apresentados aos visitantes, que poderão conferir alguns dados da carreira de Fernando Morais e Paulo Coelho. Para o assessor de imprensa da livraria, João Alécio Mem, essas informações deixam o público mais acomodado e “antenado”, o que conseqüentemente gera mais perguntas ao autor. Após a cerimônia de lançamento e o bate-papo com o público, Fernando participará da sessão de autógrafos na livraria, localizada no 3º piso.

De acordo com Roberta Souza, gerente da livraria e uma das coordenadoras do Happy Art, são esperadas cerca de 200 pessoas. Roberta afirma que em eventos anteriores foram disponibilizadas 170 cadeiras e, mesmo assim, vários visitantes ficaram em pé. O Happy Art iniciou suas atividades em 2006 e já trouxe para a cidade outros convidados como Zeca Camargo, Mauricio Kubrusly, Denise Fraga, Amyr Klink, Paulo Henrique Amorim, Ziraldo, Roberto Justus, Içami Tiba e Gustavo Cerbasi.

Na opinião do jornalista João Alécio, iniciativas como essas “beneficiam a cultura”. Esses trabalhos em conjunto facilitam a escolha de personalidades importantes na literatura e o processo de divulgação dos eventos. O acordo também possibilita a aproximação do público ao cenário cultural, promovendo, além do contato, uma troca de idéias com os autores.

Fernando Morais já foi deputado federal, secretário da cultura e da educação. Também trabalhou na imprensa brasileira dentro das redações da Veja, Jornal da Tarde e Folha de São Paulo. Entre outros livros escreveu A Ilha (1976), uma reportagem da época que esteve em Cuba; Chatô: o rei do Brasil (1994), bibliografia de Assis Chateaubriand; Olga (1985), trajetória de Olga Benário; Na toca dos leões (2005), reportagem polêmica sobre os fundadores da agência W/Brasil.

Segundo Fernando, O Mago narra a história do “homem que nasceu morto, sobreviveu franzino e asmático, flertou com o suicídio, sofreu em manicômios, mergulhou nas drogas, encontrou-se com o diabo, foi preso pelo regime militar, ajudou a revolucionar o rock brasileiro...”

Vale lembrar, que Paulo Coelho alcançou a marca de cem milhões de livros vendidos, e também é o autor vivo mais traduzido do mundo. As obras de Paulo já foram publicadas em 66 idiomas, traduzidas em 455 edições e vendidas em mais de 160 países.


* Acadêmico de Jornalismo do Bom Jesus/Ielusc

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.