Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sexta-feira, 19 de julho de 2024 - 09h07min   <<


chamadas

Matéria 7471, publicada em 06/11/2008.


:Carolinne Sagaz

Detalhe da exposição-instalação "Prosa de jardim 2"

MAJ sedia três exposições em novembro

Carolinne Sagaz


A exposição fotográfica “Imagens de um flâneur brasileiro em Paris”, de Fernando Rabelo, começa amanhã, dia 7 de novembro. “Olhar a metrópole de fora, como um estrangeiro, mas não como turista e testemunhar seu movimento”. É assim que o material de divulgação descreve os objetivos do fotógrafo ao passar nove meses na França produzindo as imagens da exposição. As visitações podem ser feitas até dia 22 de novembro, de terças-feiras a domingos, no anexo 2 do Museu de Arte de Joinville (MAJ), na Cidadela Cultural Antártica.

Além desta, outras duas exposições acontecem no MAJ este mês: “Prosas de jardim 2”, de Hélio Fervenza e Maria Ivone dos Santos, e “Sonetos”, de Luiz Henrique Schwanke.

“Prosa de jardim 2” é uma exposição-instalação que tenta mostras as memórias que Hélio e Maria Ivone guardam do Bairro Petrópolis, em Porto Alegre. Um muro derrubado, destroços de uma casa e um poema de Lamartine (“O jardim é a prolongação natural da casa. O jardim é uma casa sem teto”) são alguns dos elementos que levaram os artistas a refletir sobre as mudanças no espaço em que viviam. As visitações, que começaram em 16 de setembro, deveriam acabar 33 dias depois, mas foram prorrogadas até domingo, 9 de novembro.

A abertura de “Sonetos” acontece dia 13 de novembro, às 20h. Será exibido o vídeo “À luz de Schwanke” e haverá uma conversa com Charles Narloch, ex-presidente da Fundação Cultural de Joinville.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.