Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sexta-feira, 19 de julho de 2024 - 09h07min   <<


chamadas

Matéria 7158, publicada em 02/10/2008.


:Divulgação

Simdec e Fundação Cultural reúnem dez profissionais para ensinar a artistas e produtores

Outubro de oxigenação encerra inscrições amanhã

Luiza Martin


Às 13 horas desta sexta-feira (3 de outubro), as inscrições para os “Encontros marcados com a cultura – um mês de oxigenação” serão finalizadas. “O objetivo é qualificar a produção artística da cidade”, explicou Luciano da Costa Pereira, coordenador de arte da Fundação Cultural de Joinville (FCJ). A idéia partiu do presidente da FCJ, Charles Narloch, e prioriza a participação de produtores e artistas joinvilenses. De 4 a 26 de outubro serão ministradas oficinas de cinema, literatura, artes visuais, cultura geral, música, teatro e dança. São dez os profissionais que comandarão as atividades.

Contando com 40 vagas, quase esgotadas, as duas atividades de dança exigem o envio de um currículo para o correio eletrônico (simdec@joinvillecultural.sc.gov.br) do Simdec (Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura) — as outras oito oficinas também recebem as inscrições por e-mail.

Ministrantes:

Ana Carla Fonseca Reis mostrará conceitos de “Economia da cultura e economia criativa”
Curadora especial da ONU (Organização das Nações Unidas) em economia criativa, Ana escreveu livros que abordam a cultura e conceitos de economia. Ela é autora do livro “Economia da cultura e desenvolvimento sustentável”, que ganhou o Jabuti de 2007 na categoria economia administração e negócios. Outro título de sua autoria é “Marketing cultural e financiamento da cultura”.

Ana Paula Cançado ministrará a Oficina de “Criação Corporal”
Dançarina do grupo Corpo, Ana Paula se apresentou na coreografia Ongotô, com trilha sonora especialmente composta por Caetano Veloso e José Miguel Wisnik — um espetáculo apresentado desde 1975. Ela viajou por vários países para mostrar a dança da companhia mineira, da qual participa há 17 anos.

Cláudio Willer falará sobre “Poesia e Misticismo”
Três anos após se formar sociólogo, em 1963, Cláudio Willer se graduou como psicólogo no Instituto de psicologia da USP (Universidade de São Paulo). Ele é tradutor, ensaísta e poeta e trabalhou nas áreas de administração cultural e consultoria.

Hélio Fervenza ministrará oficina sobre "Formas de apresentação: instalações e contextos"
Hélio Fervenza participou de exposições artísticas individualmente em várias galerias do mundo. Escreveu o livro “O + é deserto” e se formou em expressão plástica pela Ecole Des Arts Décoratifs de Strasbourg, na França, em 1989.

Nini Beltrame passará seus conhecimentos a respeito das  “Formas animadas - transformações e hibridismos”
O professor Nini Beltrame guarda conhecimento sobre a linguagem do teatro de formas animadas, pois integrou o grupo Gralha Azul, nos anos 70 e 80. Formou-se doutor com a defesa da pesquisa sobre a formação do ator-animador na USP (Universidade de São Paulo), em 2001.

Paulo Pasta fará palestra sobre “Pintura contemporânea”
Ilustrador do livro “Coração Partido – uma análise da poesia reflexiva de Drummond e Rocambole”, escrito por Davi Arrigucci Junior, Paulo Pasta é também pintor, desenhista e professor. Estudou desenho, gravura em metal e serigrafia. Seu nome virou título de livro publicado em 1998.

Ricardo Cristófaro ministrará a oficina sobre a “Realidade e ficção na imagem digital”
Na Argentina, em 2005, Ricardo Cristófaro foi o número um do 1º Festival de Arte Eletrônica Incuba. Na UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), ele se formou em Poéticas Visuais em 2007. O artista tem trabalhos em vários acervos, inclusive do MAB (Museu de Arte de Brasília).

Rodrigo Morte compartilhará conhecimento dos “Processos de criação musical – música para cinema”
No Studio Jazz Writing, nos EUA, Rodrigo Morte concluiu seu mestrado custeado pelo governo brasileiro por meio do Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). O rapaz de nome enigmático participou da produção de CDs, trilhas para cinema e TV, arranjos e composições de vários gêneros musicais.

Tânia Lamarca ensinará técnicas de “Direção de cinema”
Diretora, roteirista, produtora e assistente de direção, Tânia Lamarca tem experiência em variadas funções da produção cinematográfica. Em 2001, ela dirigiu “Tainá, uma aventura na Amazônia”, com co-direção de Mário Bloch. Entre outro trabalhos, Tânia também foi diretora de “Novela das oito”, de Antônio Calmon, em 1981.

Vera Aragão ministrará oficina sobre Organização e método do ensino do Balé
Vera Aragão é professora de dança clássica e pedagoga. Ela é um dos componentes da Companhia Brasileira de Ballet e bailarina aposentada do Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.