Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Domingo, 05 de dezembro de 2021 - 09h12min   <<


chamadas

Matéria 4637, publicada em 13/08/2007.


Confira a síntese dos trabalhos do primeiro dia

Rafael Alonso


Camila Mariano Broening (PP), no trabalho “Etnografia e planejamento de comunicação: em busca da compreensão do consumidor”, apresenta a importância da etnografia e o estudo dos hábitos comportamentais das pessoas, no planejamento das empresas. Para ela, as pesquisas não suprem as necessidades, pois os cidadãos nem sempre são sinceros.

Cíntia Carina dos Santos (PP), em “Os grupos sociais na Publicidade”, pesquisa diversos anúncios de uma mesma revista, e se esses são destinados a indivíduos ou grupos sociais. Ela faz ainda uma análise das formas de consumo dos “clientes” e como isso contribui na reflexão.

Ana Paula Fanton (Jornal) compara textos da assessoria de imprensa da Câmara de Vereadores de Joinville com os do caderno AN Cidade, do jornal A Notícia, todos do primeiro trimestre de 2006. O trabalho divide-se em dois capítulos: o primeiro teórico, que trata de jornalismo, política e interesse público, e o segundo refere-se ao estudo de caso. A autora assegura que seu envolvimento como assessora ajudou nos estudos, devido ao envolvimento com o objeto.

Ana Lúcia Cipriano (PP), baseada em cinco propagandas televisivas recentes, analisa a noção de brasilidade presente nos vídeo-tapes da marca Havaianas.

Em pouco mais de 30 páginas, Sayonara da Silva desenvolve um trabalho que chama atenção já pelo título: “O falocentrismo na teoria jornalística de Nilson Lage”. A autora parte do conceito de falo em Jacques Derrida e amplia a discussão com a obra da pesquisadora Judith Butler para defender a existência de um discurso falocêntrico em Lage.

Gislayne Aguiar (Jornal), em suas palavras, “critica a crítica”. Pautada nas teorias de Pierre Bourdieu, a estudante traz um outro meio de analisar a mídia, levando em consideração o receptor e suas particularidades, assim como a subjetividade do jornalista que produz a reportagem. Segundo ela, há uma angústia pela informação nos dias atuais, e a crítica da mídia não pode limitar-se a fatores econômicos (senso comum).

Anelise Cristina Matheus, a banca responsável e o orientador não foram encontrados pela Revi até o horário de fechamento. A autora intitulou o trabalho de “Percepção de compra do público classe C para a marca Triton”.

Murilo Rafael dos Santos investiga dois grupos de adolescentes (um de escola particular e outro de escola pública) para verificar a influência das novas tecnologias, especialmente a internet, nas relações sociais desses jovens.


800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.