Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Terça-feira, 05 de março de 2024 - 00h03min   <<


chamadas

Matéria 4402, publicada em 28/05/2007.


Bibliotecas do mundo

Jouber Castro


A opção para aumentar o número de usuários de bibliotecas em Joinville seria modernizá-las, e torná-las não só um centro de leitura, e sim, um pólo irradiador de conhecimento para todos os segmentos da população. O primeiro passo para uma biblioteca bem sucedida é se espelhar nas maiores coleções de livros do mundo. Por isso, a Revi resolveu apresentar alguns dos acervos mais ricos do planeta. Clique na imagem para abrir o sítio da biblioteca.

Biblioteca do Congresso Norte-Americano

Biblioteca do Congresso Norte-Americano

Avenida da Independência, 101, Washington, DC, Estados Unidos. É justo que se aclame a acervo do Congresso Norte-Americano como a maior biblioteca do mundo. São cerca de 134 milhões de itens, em 460 idiomas distintos, divididos em três prédios. 32 milhões de exemplares impressos, quase 3 milhões de gravações, 12,5 milhões de fotos, mais de 5 milhões de mapas, outros 5,5 milhões de itens de músicas e 59,5 milhões de manuscritos. Para se ter uma idéia, se as prateleiras que estão nos três prédios da Biblioteca – todos abrigados no Capitólio, sede do congresso yankee – fossem enfileiradas, se estenderiam por uma distância de aproximadamente 853 quilômetros, o mesmo que uma viagem de Joinville a Ribeirão Preto mais 35 quilômetros.

Tantas peças decorrem de um tipo diferente de captação de novos exemplares. Dentro da biblioteca do Congresso funciona também o escritório central do serviço de copyright, que cuida dos direitos autorais da maioria das obras ao redor do planeta. Por isso, o escritório recebe cerca de 20 mil novos exemplares por dia. Destes, a metade é incorporada ao acervo da Library of Congress.

Imagem aérea da Biblioteca do Congresso Norte-Americano

Fundada em 1800, a biblioteca sofreu dois incêndios nos 15 primeiros anos. Hoje, além do escritório de copyright, os outros instrumentos de captação de acervo são doações, aquisições, convênios e aproveitamento do excedente de outras bibliotecas do país. Dentro do Capitólio também está a Biblioteca de Leis do Congresso, com 2,5 milhões de exemplares, entre bibliografia legal e diários oficiais. A biblioteca do Congresso também conta com escritórios em vários continentes: Nova Delhi (Índia), Cairo (Egito), Rio de Janeiro, Jacarta (Indonésia), Nairóbi (Quênia) e Islamabad (Paquistão). Além do U.S. Copyright Office e da Law Library, dentro dos prédios da biblioteca – que é um órgão pertencente ao Congresso Nacional – também funcionam a administração, o serviço de recenseamento do Congresso, a Library Services e o escritório de Iniciativas Estratégicas. Por meio do sistema de procura do sítio da Library of Congress é possível consultar o acervo de todas as coleções.

Biblioteca Nacional Brasileira

Biblioteca Nacional Brasileira

A Biblioteca Nacional, sediada no Rio de Janeiro, é considerada pela Unesco a oitava maior biblioteca do mundo. O acervo é de cerca de 9 milhões de itens, sendo o núcleo inicial a livraria do rei D. José, que substituiu a Livraria Real, montada por D. João 1º e D. Duarte, que acabou sendo destruída num incêndio que sucedeu o terremoto que destruiu Lisboa em 1º de novembro de 1755. Após idas e vindas da família Real de Portugal para o Brasil, o que restou do acervo foi adquirido pelo Brasil na ocasião da independência, como um item adicional do Tratado de Paz e Amizade de 29 de agosto de 1825. Essa origem tão remota permite que o acervo da Biblioteca Nacional conte com algumas raridades, como a primeira edição do clássico “Os Lusíadas”, de Luís de Camões, datada de 1572.

Um dos diferenciais da Biblioteca Nacional é que conta com um serviço interno de restauração e conservação de papel, à disposição qualquer uma das obras do acervo. Há também uma oficina de encadernação e um centro de microfilmagem. A lei do Depósito Nacional, de dezembro de 2004, obriga que todos os livros que forem impressos no Brasil tenham pelo menos um exemplar enviado para o acervo da Biblioteca. O sítio da BN também conta com uma ferramenta de pesquisa em todo o acervo (Catálogos > Acervo Geral - Livros)

Biblioteca Nacional Portuguesa

Biblioteca Nacional Portuguesa

Biblioteca Nacional Vaticana

Biblioteca do Vaticano

Biblioteca Nacional Britânica

Biblioteca Nacional Britânica

Biblioteca Nacional Espanhola

Biblioteca Nacional Espanhola

Biblioteca Nacional Francesa

Biblioteca Nacional Francesa

Biblioteca Nacional Alemã

Biblioteca Nacional Alemã

Biblioteca Nacional Italiana

Biblioteca Nacional Italiana (Roma)

Biblioteca Nacional Holandesa

Biblioteca Nacional Holandesa

Biblioteca Nacional Russa

Biblioteca Nacional Russa (Moscou)


800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.