Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sábado, 04 de dezembro de 2021 - 04h12min   <<


chamadas

Matéria 3730, publicada em 01/03/2007.


:Lorena Trindade

Peças foram cedidas por ex-alunos da instituição

Alunos do ensino médio conseguiram as peças da amostra por meio de gincana

Lorena Trindade


Na manhã de 1º de março, aniversário do Bom Jesus/ Ielusc, os alunos do ensino médio foram recebidos com um arco de balões azuis e alaranjados montado na guarita principal. Uma exposição sobre os 81 anos da instituição, instalada próxima à biblioteca, chamava a atenção dos que passavam pelo bloco C. Fotos da formatura ginasial de 1954, uma camisa de uniforme antiga, cartazes com a planta do Bloco A e até mesmo boletins, estranhamente não datados, faziam parte do acervo. A exposição só foi possível devido à contribuição dos alunos dos primeiros e segundos anos que participaram da primeira gincana cultural do ensino médio. A montagem e organização da amostra ficou por conta das professoras Haidy Rosane Grigull, Tânia Regina Drefahl e Marise de Lourdes Vehnpfennig, que fizeram do corredor de passagem um verdadeiro museu ao ar livre.

Além dos estudantes, familiares, professores e ex-alunos - que atualmente lecionam na instituição - contribuíram para a exposição com peças do seu acervo pessoal . A coordenadora do ensino médio diurno, Sônia Sant´Anna, explicou que a 1ª Gincult, realizada em 9 de fevereiro, além da integração, teve como objetivo resgatar a memória cultural do Bom Jesus/Ielusc. “É legal olhar para eles e lembrar de cada um”, disse ao observar um álbum, referindo-se aos antigos estudantes. “Muitos deles já são médicos, engenheiros, advogados e de vez em quando voltam para nos visitar”, completou Sônia.

Às 15 horas, o auxiliar administrativo Marco Robert Klidzke começou a desmontar a nostálgica exposição feita para prestigiar os alunos organizadores. “A gente tem que guardar porque tem muita coisa que faz parte de arquivos pessoais, e não podemos perder”, disse Klidzke. A turma vencedora do Gincult foi o 2º ano A, que recebeu, como prêmio, uma folga nas primeiras aulas da manhã do dia 22 de fevereiro para saborear um típico café colonial.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.