Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Terça-feira, 07 de dezembro de 2021 - 13h12min   <<


chamadas

Matéria 2902, publicada em 06/10/2006.


:Roelton Maciel

Carolina e Fernanda na bancada: desconforto e afinidade

Estúdios e laboratórios provocam reações opostas

Roelton Maciel


Alguns dos visitantes que caminham pelos estúdios e laboratórios do Ielusc já demonstram afinidade e indiferença com os cursos apresentados. Convidada a se sentar na bancada de telejornal, Fernanda Raiser, aluna da Escola Básica Juracy Maria Brosig, aprovou a experiência: “Foi legal, acho que me saí muito bem”. Ela sempre sonhou cursar jornalismo, e a brincadeira em frente às câmeras foi fundamental para decidir prestar o vestibular na instituição. “Não sabia em qual faculdade estudar, mas agora estou certa”.

A estudante Carolina dos Santos acompanhou Fernanda na bancada. Ao contrário da amiga, ela não esteve muito à vontade. “Nossa, foi horrível sentar lá, não tenho jeito para isso”. Alguns minutos depois de passar pelo “mico”, Carol conheceu o laboratório de enfermagem, e, excitada com o ambiente, revelou que pretende se tornar enfermeira. “Desde cedo eu quis trabalhar na área de saúde. Acho muito legal isso tudo aqui”. Sua colega de turma Joseane Preuss também parecia se contagiar pelo ar asséptico: “Minha avó ficou doente por uns tempos. Então eu já tinha uma pequena vontade de fazer enfermagem”.

Durante o passeio no campus, o semblante fechado de Jean Carlos denunciava o desinteresse do aluno pelas dependências visitadas. Há tempos ele está decidido a fazer engenharia mecânica quando concluir o ensino médio. Seguindo o restante da classe com relativa distância, Jean diz que considerou a manhã produtiva: “Ao menos eu já sei o que não quero”.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.