Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Segunda-feira, 15 de julho de 2024 - 05h07min   <<


chamadas

Matéria 1993, publicada em 10/04/2006.


:Bruna Nicolao

Pranesvar prega sua filosofia

Jovem busca crescimento espiritual

Pollyanna Niehues


Uma filosofia de vida diferente, cheia de misticismo e espiritualidade, desprendida de materialismo e preocupada com a elevação da alma. Quem escolhe seguir o movimento Hare Krishna vive assim, com o pensamento preocupado em ser ao invés de ter.

No congresso Ibero-Americano havia uma barraquinha que vendia roupas, incensos, livros espirituais, mensageiros dos ventos, velas, e outros objetos utilizados na cultura Hare Krishna. Havia também um rapaz, tranqüilo, cuidando da barraquinha.

Ele se chama Pranesvar Das, tem 25 anos e já está formado em direito pela Univali de Itajaí. O nome foi dado pelo mestre espiritual e significa “servo do controlador da vida”. Não costuma usar o nome civil, mas sabe que é necessário. Pranesvar também se chama Fernando César do Paraná Pereira. Mora em Itajaí e há quatro anos desenvolve em seu espírito as práticas de Hare Krishna. Freqüenta os encontros dominicais e dá o conselho: “Cante diariamente os santos nomes de Krishna”. Não come carne, peixe ou ovos, não pratica jogos de azar, não utiliza tóxicos (inclusive o café) e não faz o que chama de "sexo ilícito", porque considera a mulher uma “mãe em potencial”.

Analisando o mundo atual, Pranesvar explica que o tempo é cíclico, e hoje vivemos a era de ferro. Depois de viver a era do ouro, da prata, e do bronze, vivemos a era que proporciona menos tempo para os seres humanos. “Precisamos entender que a gente é uma alma espiritual e não um corpo. A vida é um processo longo e precisa de tempo”, afirma.

“O movimento remonta o estado natural da alma e procura purificar a mente, o corpo e os sentidos”, prega. “É como ter um óculos sujo e embaçado. Você enxerga melhor quando o limpa”. Segundo Pranesvar, Hare Krishna é uma sociedade espiritualmente avançada, em muito diferente da cultura ocidental que quer encontrar o externo. Os seguidores buscam “organização social para o avanço espiritual”.

Ao pé da letra, Hare significa manifestação e Krishna, todo atrativo. Krishna é aquele que contém todas as qualidades, ou seja, Hare Krishna é a manifestação de Deus. E a alternativa para buscar elevação do espírito é cantar mantras (canção de invocação espiritual), já que a era do ferro não dispõe aos seres tempo suficiente para a elevação total. Um dos mantras mais famosos é o seguinte:


Hare Krishna - Hare Krishna
Krishna Krishna – Hare Hare
Hare Rama – Hare Rama
Rama Rama – Hare Hare

Pranesvar pretende viajar à Índia a fim de fazer uma renúncia "da cultura do mundo ocidental". O lugar escolhido para sua elevação espiritual é simples, e tem pouca água tratada. “Mas a nascente do rio é limpa”, lembra rapidamente. A 100 quilômetros de Nova Déli, Vrndavan é uma cidade pequena e pobre, mas é lá que está o seu guru, aquele que o nomeou. O “servo do controlador da vida” quer fazer uma limpeza física e espiritual, para se livrar das coisas mundanas porque aprendeu que o corpo externo não é o mais importante. Porque acredita que o corpo é limitado e passageiro.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.