Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sábado, 04 de dezembro de 2021 - 04h12min   <<


chamadas

Matéria 1983, publicada em 06/04/2006.


: Joyce Reinert

Um dos minicursos: livros-texto de educação ambiental

Minicursos e oficinas são ministrados na instituição

Leonel Camasão


O Bom Jesus/Ielusc recebeu nesta quinta-feira (6 de abril) cerca de 100 participantes do V Congresso Ibero-Americano de Educação Ambiental (V Ibero). Serão ministrados na instituição seis minicursos, dois grupos de trabalho (GT) e mais seis oficinas na tarde de sexta-feira. Alguns temas abordados pelas atividades são: licenciamento ambiental, ordenamento pesqueiro, comportamento sócio-ambiental, técnicas de mobilização ambiental, caminhos do cerrado. Além destes, congressistas de toda a América Latina e região Ibérica estarão realizando apresentações orais sobre trabalhos de mestrado e doutorado, totalizando 200 painéis.

Problemas na organização

Vários participantes do V Ibero tiveram problemas para encontrar o Ielusc. Nos mapas disponíveis na programação do evento, as instruções indicam a rua Alexandre Döhler como entrada da instituição. Na verdade, a portaria do Ielusc fica na rua Princesa Isabel. No cronograma, o número das salas também está errado, o que dificultou e até atrasou algumas atividades. Os outros setores do Ielusc, como o Departamento de Comunicação e Marketing (DCM), não sabiam da realização do encontro.

Instituições abrem espaço para debates

Segundo Heloísa Cinquetti, coordenadora das apresentações orais, o V Ibero é “o maior evento de educação ambiental que o Brasil já teve”. No total, foram mais de 5.700 inscrições para o congresso, que reuniu 25 países da região Ibero-americana. Também ocorrerão minicursos e oficinas nos colégios Nova Era e Objetivo, na Casa da Cultura, no Sesc, no Museu do Sambaqui e no Centreventos Cau Hansen. O congresso encerra em 8 de abril.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.