Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sexta-feira, 19 de julho de 2024 - 10h07min   <<


chamadas

Matéria 1381, publicada em 09/09/2005.


:Lygia Veny

Em Joinville, 6.224 famílias recebem ajuda

Carolina Burg

Para o governo federal, ter acesso aos direitos sociais básicos de saúde, educação, assistência social e segurança alimentar, além dos programas de transferência de renda significa que: famílias em situação de pobreza estão sendo assistidas. O programa Bolsa Família, criado pelo governo federal, é um dos que unificam o procedimento de gestão e execução das ações de transferência de renda e Cadastramento Único. Ele engloba os programas Bolsa Escola, Cartão Alimentação, Bolsa Alimentação e Auxílio-Gás.

Famílias pobres ou de extrema pobreza são alvo dos programas sociais e a caracterização é de acordo com a renda per capita. Famílias com o nível de riqueza até R$ 50,00 por mês são consideradas extremamente pobres. De R$ 50,01 a R$ 100,00 por mês, e que tenham gestantes, nutrizes – mães que amamentam –, crianças e adolescentes entre 0 e 15 anos, são aquelas famílias consideradas pobres. O Cadastro Único é feito por prefeituras municipais e através dele identifica-se as famílias que podem ser incluídas no programa, conforme a disponibilidade de recursos pelo ministério gestor. Atualmente, existem mais famílias cadastradas do que beneficiadas. Para atingir este objetivo o Ministério do Desenvolvimento Social está ajudando as prefeituras, com aporte financeiro, a atualizar o cadastro dos programas de transferência de renda. Famílias sacam o benefício com cartão bancário nas agências e postos de atendimento da Caixa Econômica Federal (CEF), no período de 25 de agosto a 5 de setembro.

Segundo Celso José Strobel, gerente de mercado da CEF em Joinville, a meta para cadastramento de famílias em 2005 é de 8,5 milhões em todo o Brasil. “O Bolsa Família objetiva promover a inclusão social e contribuir para a emancipação de famílias beneficiárias dando meios e condições de fuga da situação de vulnerabilidade”. Somente na cidade, 6.224 famílias estão cadastradas – última posição: julho/2005 – recebendo em média R$ 59,00. Por mês são repassados aproximadamente R$ 337.948,00 apenas aos beneficiários do Bolsa Família. Somam-se ainda R$ 451.300,00 destinados à Bolsa Escola e Auxílio-Gás.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.