Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sábado, 04 de dezembro de 2021 - 05h12min   <<


chamadas

Matéria 0936, publicada em 25/02/2005.


:www.kidsource.com

Uma das obras analisadas por Luciane Nascimento

O fenômeno Harry Potter no mundo da realidade

Vanessa Bencz

A história parece ser simples: um bruxinho órfão é obrigado a morar com os seus tios perversos, mas alcança o prestígio freqüentando uma escola de magia, fazendo amigos, inimigos e encarando muitas aventuras. O fato é que esta trama atinge o pico das pesquisas de livros mais vendidos. O protagonista deste sucesso é Harry Potter, personagem criado pela escritora Joanne Kathleen Rowling. A série de livros da autora (que abrange cinco volumes por enquanto) já vendeu mais de 100 milhões de exemplares em cerca de 43 países. No Brasil, o sucesso espantoso conquistou fãs e admiradores de todas as idades, questionando a classificação de “literatura infanto-juvenil”.

O fantástico mundo de Harry Potter moveu Luciane Nascimento, aluna do curso de Publicidade e Propaganda do Ielusc, a fazer dele seu tema para monografia, intitulada “Harry Potter e o monomito – Na estrutura do herói formador e na dimensão fantástica entre a sociedade bruxa e a sociedade trouxa” (trouxas, na história, são as pessoas que não têm poderes mágicos). O projeto será apresentado dia 28 de fevereiro, às 21h, na sala C7. A pesquisa contou com a orientação do professor Luiz Felipe Guimarães Soares e terá na banca os professores Pedro Ramirez e Pedro Russi.

Luciane acredita que o fenômeno Harry Potter transcende o boato de ser apenas uma boa leitura. “A saga do bruxinho levou milhares de crianças às livrarias e atribuiu o hábito da leitura em muitas pessoas que não eram adeptas da literatura, ou seja, criou novos leitores no mundo”, assegura.

A estudante fez uma profunda pesquisa na dimensão do fantástico dos livros de Harry Potter (“A Pedra Filosofal”, “A Câmara Secreta”, “O Prisioneiro de Azkaban”, “O Cálice de fogo” e “A Ordem da Fênix”), definindo os elementos da realidade e o que é irreal. “Para justificar os fenômenos desta literatura fantástica, me embasei em escritores como Joseph Campbell”, revela Luciane. “Todas essas histórias com dimensão fantasiosa tendem a seguir um padrão de estrutura e, por meio do livro ‘O Herói de Mil Faces’, pude comprovar que Harry Potter também segue esses padrões”, completa.

Basicamente, o projeto de Luciane vai expor passo a passo a estrutura da trama e separar o que é possível e o que não é, como por exemplo, a escola de magia Hogwarts, as varinhas de condão, as pessoas “gigantes” e que se transformam em animais, etc. Para quem já é fã da história, será um prato cheio, com direito a datashow e imagens do filme. E, quem não gosta ou não conhece, terá a oportunidade de conferir os trâmites de uma saga que seduziu boa parte do mundo, e entender o porquê do tamanho sucesso.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.