Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Domingo, 05 de dezembro de 2021 - 09h12min   <<


chamadas

Matéria 0934, publicada em 24/02/2005.


Acadêmica discute ética na rádio digital

Cristiane Pereira

Depois de mudar o tema duas vezes, deixar o emprego em uma financeira para poder acordar cedo e se dedicar à pesquisa monográfica, dar conta de três projetos finais e uma disciplina de tutoria, a acadêmica de jornalismo do Bom Jesus/Ielusc Lílian Negri vai defender a monografia com o tema: “A discussão sobre as facilidades da manipulação da informação no rádio digital” no início da próxima semana.

O trabalho resgata um pouco da história do rádio até sua introdução na era digital, fala das vantagens e desvantagens do processo e quais são seus padrões pelo mundo. A novidade do trabalho está no enfoque na discussão ética que, de acordo com a orientadora Izani Mustafá, deve ser constante.

Até definir a linha de pesquisa, Lílian, que é produtora do Programa Alma Gaúcha da Rádio Comunitária de Pirabeiraba, lia tudo que encontrava sobre rádio. Ela também participava de eventos, conversava com pesquisadores e procurava outras monografias relacionadas ao assunto. “É como ter que ir atrás de vários tijolos e não ter nem noção de como ficará a obra final”, desabafa a futura jornalista.

 A pesquisa da acadêmica constatou a facilidade de manipulação da informação na rádio digital e propõe novas diretrizes éticas para esse novo processo de comunicação. Lílian defende a monografia no dia 28/02, às 21 horas, na sala C9, no Bom Jesus/Ielusc. Na banca vão estar o professor Luciano Bittencourt e a professora Valci Zucolloto, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.