Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Domingo, 05 de dezembro de 2021 - 08h12min   <<


chamadas

Matéria 0818, publicada em 30/09/2004.


:Daisy Trombetta

Quadra lotada na hora da festa

AEP comemora seis anos com festa

Daisy Trombetta

A quadra esportiva do Ielusc estava transformada. Balões, mesas fartas e mais 84 trabalhos ao alcance de quem quisesse ver. Afinal de contas, era hora de comemorar os seis anos da AEP (Agência Experimental de Publicidade do Bom Jesus/Ielusc). Os convidados foram recebidos na noite de ontem, 29 de setembro, para um coquetel organizado pelos integrantes do núcleo.

Quem chegava na festa encontrava na entrada um mural com cartões, recibos, etiquetas e todo o material usado pela agência. Apesar de os estagiários e coordenadores trabalharem firme para consolidar essa identidade, ainda há quem ache que falta divulgação. “É necessário que se projete uma imagem mais forte do espaço aqui dentro. Deveriam passar nas salas de aula e explicitar os objetivos aos alunos, assim incentivariam quem está começando”, justifica Sirlei Boz, 27 anos, estudante de publicidade.

Para o coordenador do curso de jornalismo, Samuel Pantoja Lima, o espaço é hoje uma extensão complementar para a formação. “Ela assume um papel de interface com o mercado, é uma experiência concreta que os alunos passam a ter”, afirma. “A partir do ano que vem pretendemos redesenhar a agência fazendo dela um espaço que comporte também estágios curriculares”. Além disso, a coordenação espera terminar o semestre com um projeto de ampliação do núcleo, podendo dobrar no número de estagiários.

Uma das primeiras coordenadoras da AEP também estava presente. A publicitária Rosângela Dalla Costa acredita que agora começa um novo ciclo de trabalho. “Acho que a agência precisou de todo esse tempo para encontrar uma identidade própria, agora caminha para descobrir a fórmula do sucesso”.

Mas não são só os funcionários da instituição que elogiam e apóiam o trabalho. “É um passo importante no contato dos alunos com o futuro mercado. Além disso, eles podem se identificar com a área que têm mais afinidade. O aluno chega no mercado amanhã com mais foco pra onde ele quer se posicionar”, enfatiza Moacir Soares, gerente comercial da RBS. Para ele, esse trabalho de divulgação precisa ter continuidade, firmando laços com o público externo, clientes e entidades que possam vir a utilizar o trabalho.

A AEP está conseguindo se consolidar cada vez mais no mercado, atendendo à demanda interna e a de instituições sem fins lucrativos. São cinco estagiários que produzem todos os pedidos. Para uma delas, Joseane Muriel, o importante do estágio é que se pode conhecer todas as etapas de produção. “Aqui a gente recebe o cliente e faz tudo, não é como no mercado que só faz uma parte”, ressalta.

Durante o evento houve ainda discursos e exibição de um vídeo composto por depoimentos de estagiários e professores, contando um pouco de suas experiências de trabalho no núcleo. Além disso, uma aluna do curso de publicidade cantou ao vivo o jingle da AEP.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.