Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sábado, 15 de junho de 2024 - 02h06min   <<


chamadas

Matéria 0804, publicada em 24/09/2004.


:Camila Morales

Cerca de 200 pessoas assistiram ao debate

Candidatos a prefeito debatem no Ielusc

Camila Morales

O debate com os candidatos à prefeitura de Joinville, realizado no Ielusc na noite de quinta-feira, dia 23, lotou o anfiteatro da instituição. Aproximadamente 200 pessoas ocuparam o local, que tem 166 cadeiras. Muitos sentaram no chão ou ficaram em pé. Estavam presentes Carlos Kaminski (PHS), Carlito Merss (PT), Kennedy Nunes (PP) e Terezinha do Nascimento (PSTU). Marco Tebaldi (PMDB), que concorre à reeleição, não pôde comparecer devido a compromissos marcados anteriormente.

No primeiro bloco, todos tiveram cinco minutos para se apresentar. Carlito Merss destacou suas propostas e ressaltou a participação popular como um diferencial no plano de governo. Kennedy Nunes falou da importância do debate para o candidato e a comunidade e contou sua trajetória política na cidade. Carlos Kaminski e Terezinha do Nascimento fizeram um breve histórico sobre seus partidos, e destacaram as injustiças sofridas (cortes) durante a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV.

Os alunos puderam participar com perguntas aos candidatos no segundo bloco do debate. O que fazer com o Complexo Cultural Antarctica foi a pergunta dirigida a Carlito Merss. Segundo ele, é necessário valorizar a área cultural de Joinville e avaliar o papel do Conselho Municipal de Cultural e da Fundação Cultural. Kennedy Nunes foi questionado sobre o transporte coletivo e a possibilidade de torná-lo gratuito aos estudantes. O candidato do PP destacou a necessidade de democratizar a planilha de custo desse serviço, tornando-a acessível aos usuários, e ressaltou ainda a necessidade de implantação do futuro conselho municipal de transporte coletivo. Para Terezinha, as perguntas foram sobre propostas gerais e na área de turismo. A candidata pretende montar conselhos populares e disse que suas propostas atendem áreas básicas como, por exemplo, saúde. Já Carlos Kaminski foi questionado sobre o Conselho Federal de Jornalismo, ao qual prometeu apoiar.

No terceiro bloco, os candidatos realizaram perguntas entre si. Kennedy Nunes perguntou a Calos Kaminski suas propostas para a área da saúde e o que poderia ser feito para melhorar a situação do hospital infantil. O candidato do PHS destacou a necessidade de um plano de governo em que o dinheiro público seria utilizado para fins úteis como a finalização do hospital. Kaminski ainda criticou as obras realizadas pelo governo atual como a reforma na praça do mercado municipal. Os ataques entre os partidos também foram questionados. O último bloco foi o momento para as considerações finais. O debate, organizado pelo DCE (Diretório Acadêmico dos Estudantes) e pelo curso de Comunicação Social, terminou por volta das 22h30 e a maioria dos alunos acompanhou até o final.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.