Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Sexta-feira, 19 de julho de 2024 - 08h07min   <<


chamadas

Matéria 0800, publicada em 22/09/2004.


Campanha “Na cidade sem meu carro” tem pouca adesão

Daisy Trombetta

A “IV Jornada Brasileira Na Cidade Sem Meu Carro – Um dia em favor do ar que respiramos”, realizada hoje, 22 de setembro, em todo o país como parte da programação da semana do trânsito, não teve a adesão esperada em Joinville. Muitos motoristas chegaram no centro da cidade sem saber o que estava acontecendo. Até o meio da tarde, o movimento continuava intenso e a maioria dos motoristas preferiu sair de casa utilizando seus carros, o que deixa clara a falta de divulgação do evento.

Duas ruas do centro da cidade foram fechadas para priorizar a passagem de pedestres, ciclistas e também desenvolver atividades culturais. De acordo com a guarda municipal de trânsito, muitos joinvilenses desconhecem o objetivo da campanha e chegam a se irritar com o fechamento das ruas. “Fomos abordados muitas vezes com perguntas do tipo: o que está acontecendo?”, relatou.

Para o construtor Nelson de Amorim, 44 anos, a campanha quase não teve divulgação e isso atrapalhou muito o trânsito no centro da cidade. “Eu preciso do carro pra trabalhar e não sabia que a rua estava fechada”, justifica. “A organização não foi bem feita. Eles têm que levar em conta também aqueles que precisam ter acesso a alguns locais para poder trabalhar”. Para ele, pelo menos deveriam ter sido espalhadas faixas pela cidade orientando os motoristas sobre os locais onde o acesso estava proibido.

Em algumas ruas fechadas estão sendo desenvolvidas atividades culturais. É o caso da XV de Novembro, onde acontecem brincadeiras e gincanas para alunos da rede municipal de ensino. A organização do evento foi feita pela Legião da Boa Vontade em parceria com a Fundação Cultural e Secretaria de Cultura de Joinville. De acordo com a assessora de comunicação da LBV, Glades Gomes, 34 anos, o ato só é significativo se o espaço for bem utilizado. Daí surgiu a idéia de reunir os alunos no local.

As duas ruas que estão fechadas para o trânsito de veículos são: Rua do Príncipe (entre a Princesa Isabel e a praça Nereu Ramos) e XV de Novembro (da João Colin até a Dona Francisca). Ambas permanecerão fechadas até as 19 horas de hoje.

O objetivo da jornada é estimular o uso de transportes alternativos, melhorar a qualidade do ar e também diminuir os níveis de ruído.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.