Revi Bom Jesus/Ielusc

>>  Joinville - Terça-feira, 07 de dezembro de 2021 - 12h12min   <<


chamadas

Matéria 0367, publicada em 01/10/2003.


:Letícia Corioletti

Alunos produziram “O Teste” em quatro horas

ATRJ

Desde a elaboração da pauta e divisão de tarefas até a diagramação e finalização, durante a manhã do sábado de 27 de setembro, os estudantes do sexto período de Jornalismo participaram da produção do jornal laboratório. Os acadêmicos tiveram quatro horas para executarem todo o trabalho.

Depois de distribuídas as funções, os repórteres saíram para a rua em busca de informações para suas matérias, alguns acompanhados de um fotógrafo. Os que ficaram na sala se envolveram com a parte estética do material, ou procuraram informações na internet que pudessem enriquecer as matérias. Os repórteres vindos da rua começaram a escrever as matérias. Após a finalização, os editores de texto corrigiram erros e adaptaram o material para ser publicado no espaço disposto para cada editoria.

Os professores sentiram que os alunos estavam fazendo o exercício com seriedade. “É uma tentativa de reproduzir o processo de trabalho uma redação”, afirmou Samuel. “Enquanto o repórter está voltando da coleta do material, ele já deve pensar no caminho em como vai escrevê-la, isso adianta o serviço e da um ritmo mais acelerado a produção”, recomendou. O professor Gastão Cassel demonstrou-se compenetrado na produção. Ele comemorou a empolgação dos estudantes. “O pessoal está se envolvendo em todos os processos de produção” comentou.

Não eram somente os professores que estavam animados com o exercício. A acadêmica do sexto período de Jornalismo Andressa Pereira também comemorou o envolvimento dos colegas no trabalho. “A experiência é sem igual. Está uma correria”, disse. Da mesma turma, Michele Binderman concorda com a colega quanto à correria, mas, sobre a profissão, ela tem outra consideração. “Escolhemos uma profissão que dá gastrite”, advertiu.

O jornal estava impresso no final da aula, às 11h40min, e os dois professores distribuíram-no para os alunos. “O Teste” teve cinco editorias: comunidade, geral, variedades, economia e esportes. O destaque da edição foi o parto feito pelo bombeiro Arnoldo Boege Júnior em uma ambulância. A tiragem foi de 100 exemplares.

800x600. ©2005 Agência Experimental de Jornalismo/Revi & Secord/Rede Bonja.